Confiança recebe proposta oficial para levar jogo contra o Fla para Natal

Ainda não foi definido onde será realizado o jogo entre Confiança e Flamengo pela Copa do Brasil. Na noite da última segunda-feira, a diretoria azulina recebeu uma proposta oficial de um empresário potiguar para levar o jogo para Natal. Os dirigentes do Dragão se reuniram com o empresário e produtor de eventos Alex Padang para ouvir a oferta de compra do jogo. A partida ainda não tem data confirmada pela CBF.

Alex Padang é ex-presidente do América de Natal e proprietário da banda Cavaleiros do Forró. A diretoria do Confiança, após o encontro, prometeu analisar a proposta e decidir o que é melhor para o clube. O valor oficial da proposta não foi divulgado. Na semana passada, o Confiança havia recebido algumas sondagens para levar o jogo para Natal, Brasília ou até Salvador. Em uma das sondagens, o clube receberia R$ 3 milhões, mas até então não havia sido formalizada nenhuma proposta oficial.

- Podemos dizer que agora é oficial (a proposta), pois nos reunimos, conversamos e debatemos. Todos os riscos, e aspectos positivos e negativos foram colocados em pauta, e o Alex formalizou uma proposta. A diretoria vai analisar a proposta, colocar os prós e os contras na balança e, com muita calma e cuidado, optar pelo que for melhor para o Confiança - disse o presidente Luiz Roberto, no site oficial do clube. 

Vale lembrar que o prefeito de Aracaju, João Alves Filho, manifestou interesse em que a partida entre Confiança e Flamengo fosse realizada em Aracaju, no dia 16 de março, para fazer parte da programação de aniversário da capital sergipana. Inclusive, ele fez um pedido público ao presidente da CBF, Coronel Nunes. Porém, será preciso convencer o Confiança a mandar o jogo no Batistão. 

- Vale ressaltar que a possibilidade de se realizar o jogo aqui em Aracaju mesmo, ainda não foi descartada, mas para isso precisamos do apoio do Governo do Estado, e da Federação Sergipana de Futebol, no que diz respeito à redução das taxas e a liberação dos bares, além do apoio na segurança e nos demais aspectos que possam influenciar na renda, pois talvez, assim, a arrecadação pode chegar perto do valor da proposta feita pelo empresário - concluiu o presidente Luiz Roberto.

Informações: Globo Esporte / SE