Sertanejos comemoram alívio da seca e boa fase para plantação em Sergipe

Nos últimos 30 dias, choveu no sertão de Sergipe 230 milímetros, que é sete  vezes mais do que o esperado, de acordo com o Centro de Meteorologia de Sergipe. No sertão a água que transforma a paisagem é preciosa.

“A gente chama de riqueza porque uma coisa dessa é uma riqueza para gente aqui do sertão. Graças a Deus nós fomos contemplados, recebemos essa bênção de Deus para todo o sertanejo”, comemora o agricultor Geovanio Silva.

Após anos de seca, a fé do sertanejo foi recompensada. "O povo já estava tudo triste porque os bichinhos estavam com sede e fome. Ai veio uma grandeza dessa na hora certa", disse o agricultor Valter Santos Moraes.

Cerca de 224 mil pessoas sofreram com esta última seca no estado que começou em 2012. Neste período, 13 municípios sergipanos chegaram a decretar situação de emergência, mas por causa das chuvas, a situação hoje,  é bem melhor, por isso a defesa civil do estado não está mais distribuindo água com carro-pipa.

Bem diferente do ano passado, quando a estiagem destruiu plantações, sem água nos açudes o animal sofreu, mas a natureza reagiu rápido e os sertanejos comemoram as plantações que nasceram e mudaram o cenário onde a terra seca dominava.

Os agricultores comemoram a boa fase com a enxada na terra. “Agora é a época de plantar com as trovoadas”, disse José Correia.

Fazia tempo que a foice do agricultor José Clebson Barbosa, estava sem serventia. “Agora tem serviço todos os dias e temos que aproveitar a boa fase. O sertanejo está feliz da vida, não falta trabalho. Por isso que eu gosto do nosso sertão velho, sofrido, mas somos felizes, e o sertanejo é forte, pode ter certeza”, vibra.

G1/SE