Conselho Nacional de Justiça anula votação para desembargador em SE

O Conselho Nacional de Justiça anulou a votação que escolheu a lista tríplice do pleno do Tribunal de Justiça de Sergipe, que indicou o Juiz Diógenes Barreto para ocupar a vaga de desembargador.

O pleno do tribunal realizou a votação no mês de maio do ano passado para a vaga deixada pela desembargadora Marilza Maynard. A vaga é pelo critério de merecimento.

Após o processo de escolha, os juízes Marcelo de Castro Britto e Gilson Félix recorreram ao CNJ questionando o critério adotado na votação.

Agora, o TJ irá marcar uma nova data para fazer a votação para nova lista tríplice com os mesmos doze juízes inscritos no processo de maio.

G1/SE