Contra o governo Jackson, PT de Sergipe se solidariza com o SINTESE

A Executiva Estadual do PT decidiu no último dia 29 de fevereiro emitir nota de solidariedade aos dirigentes do SINTESE contra notas que considerou "agressivas" em peças publicitárias do governo do Estado.

Veja o que está postado no Facebook do partido em Sergipe:

Na tarde desta segunda-feira (29), os membros da Direção da Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores se reuniram na sede do partido para análise de conjuntura nacional e local, bem como os rumos do PT no Estado de Sergipe acerca das eleições municipais deste ano.

A executiva também discutiu recentes peças publicitárias da Secretaria de Estado da Educação do Governo do Estado, veiculadas por meios de comunicação, considerando-as agressivas e distantes das relações de respeito com a educação e com os professores, que devem conduzir o debate sobre o piso nacional da categoria.

Para os membros da executiva, é necessário que a Secretaria de Estado da Educação abra, imediatamente, diálogo com a categoria para uma discussão civilizada e respeitosa acerca do piso nacional dos professores.

A veiculação de peças publicitárias agressivas não contribui para a solução dos problemas com magistério, ao contrário, só agravam. O Governo do Estado precisa conduzir o problema com civilidade, que deve marcar as relações entre o Estado e os trabalhadores.
Ao final da reunião, a Direção Executiva emitiu Nota de Solidariedade ao Sintese e aos Professores, cuja íntegra segue abaixo:

NOTA DE SOLIDARIEDADE AO SINTESE E AOS EDUCADORES

A Direção Executiva do Partido dos Trabalhadores em Sergipe, reunida em 29/02/2016, vem a público manifestar sua solidariedade à direção do SIntese e aos professores de Sergipe, em razão da nota veiculada nos meios de comunicação pela Secretaria de Estado da Educação do Governo de Sergipe contra o Sintese e os educadores.

Entendemos que o piso nacional salarial e seu respectivo percentual de revisão precisa ser pago a todos os professores e cabe ao governo procurar as condições para garantir esse direito aos trabalhadores.

Neste ínterim, o PT de Sergipe solicita ao governador Jackson Barreto que inicie o processo de negociação com a categoria e que através do diálogo, encontre as saídas necessárias para o cumprimento efetivo e amplo da lei, bem como para a melhoria da educação do povo sergipano.

Aracaju, 29 de fevereiro de 2016
DIREÇÃO EXECUTIVA ESTADUAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES