Economia sergipana recuou 1,5% em 2015

O nível de atividade da economia sergipana fechou 2015 com recuo de 1,5% em relação a 2014. O dado é do Índice Sergipano de Atividade Econômica (ISAE), indicador elaborado pela Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES). O índice foi criado para tentar antecipar o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do estado, sendo composto de 35 indicadores da economia estadual.

Resultados dos setores

Dentre os cinco setores que compõem o indicador, somente o setor de serviços sergipano registrou avanço em 2015, com aumento de quase 3,0%.

Quanto aos demais setores, verificou-se que a indústria registrou a maior queda na atividade no ano passado. A retração registrada foi de 7,9% em relação ao ano anterior. Logo após figurou o setor do comércio com baixa de 4,8%, seguido de Pecuária (-4,2%) e Agricultura (-3,4%).

Comparações com outros estados do Nordeste

O índice do Banco Central que mede o nível de atividade econômica na região Nordeste (IBCR-NE), assinalou queda de 2,6% em 2015. O mesmo foi verificado nas maiores economias da região, caso da Bahia que marcou queda de -2,0%, Pernambuco (-3,0%) e o Ceará (-2,9%).

Para esses estados, o Banco Central também calcula um índice que mede a atividade econômica, são eles – IBCR-BA, IBCR-PE e o IBCR-CE.