Raio-X da 1ª fase do Campeonato Sergipano: Confira todos os detalhes

De 23 de janeiro a 5 de março dez clubes se enfrentaram na primeira fase do Campeonato Sergipano. Em nove rodadas, foram 45 jogos e um total de 108 gols, 23 a menos em relação ao ano passado. Vale lembrar que em 2015 a forma de disputa era diferente.

Falando em bola na rede, o Confiança teve o melhor ataque. O time azulino marcou 20 gols em nove jogos, uma média de 2,2 por partida. Os proletários têm até o momento o artilheiro do estadual com seis gols, Leandro Kível. Seguido por Jailton (Dorense), Marcinho Beija-Flor (Sergipe), Leonardo (Itabaiana) e Márcio Carioca (Boca Júnior), cada um com quatro gols. 

A maior goleada foi do Sergipe. No dia 4 de fevereiro, em partida atrasada da segunda rodada, o Mais Querido fez 6 a 1 no Galo do Sertão no Batistão, sendo que a partida tinha o mando de campo do Guarany de Porto da Folha, já que o time ainda não podia jogar no Caio Feitosa.

A melhor defesa repetiu o bom desempenho do ano passado, mesmo com um elenco todo repaginado. O Itabaiana mais uma vez foi o time que menos gols sofreu nesta primeira etapa do estadual, apenas seis. Fato esse que ajudou o Tricolor da Serra a terminar em segundo lugar com 17 pontos. 

O Tremendão teve cinco vitórias, dois empates e duas derrotas (63% de aproveitamento). Só não foi melhor que o Confiança, que se sagrou campeão simbólico da 1ª fase com 20 pontos. O Dragão venceu seis partidas, empatou duas e perdeu apenas uma (74,1% de rendimento).  

No lado negativo, três equipes dividem o incômodo título de pior defesa: Socorrense, Guarany e Lagarto. Cada uma recebeu 15 gols, uma média de 1,6 por jogo. Já o Amadense teve o pior ataque, só marcou seis gols em nove partidas disputadas.

Falando de público, o atual bicampeão do estado teve a melhor média desta primeira fase, 3.456. Em segundo, o vice-líder Itabaiana com 2.232,7. Fechando a lista das três maiores médias vem o Sergipe, em terceiro, com 1.696,7. No dia 31 de janeiro, a Arena Batistão foi palco do maior público em um jogo da fase inicial: 8.437 espectadores para o Clássico Maior, Confiança 1 x 1 Sergipe. Enquanto isso, o Francão teve o recorde de menor público no dia 10 de fevereiro. Somente 20 pessoas assistiram a vitória do Boca Júnior sobre o Guarany de Porto da Folha.

Por fim, falamos de Fair Play, aquela história do "jogo limpo", sem faltas e, consequentemente, sem cartões. Entretanto, todas as equipes receberam cartões, pelo menos de uma cor. Teve amarelo para todos os clubes e só Itabaiana e Boca Júnior não receberam cartões vermelhos. Foram ao todo 271 (252 amarelos e 19 vermelhos), um número bem menor em relação ao ano passado, quando foram 277 amarelos e 27 vermelhos, ou seja, 304 ao total. O Lagarto foi quem mais recebeu amarelos (34). Já o Amadense foi o que mais recebeu vermelhos, quatro em nove jogos.     
     
No próximo final de semana, começa uma nova etapa do estadual. De um lado, equipes que vão seguir em busca do título. Do outro, aquelas que vão lutar para permanecer na primeira divisão. Confira as rodadas iniciais de cada uma.

1ª RODADA DO HEXAGONAL 

Boca Júnior x Sergipe (12 de março, às 15h15, no Francão)
Dorense x Itabaiana (12 de março, às 16h, no Ariston Azevedo)
Confiança x Estanciano (12 de março, às 20h15, na Arena Batistão)

1ª RODADA DO QUADRANGULAR DO REBAIXAMENTO 

Amadense x Lagarto (12 de março, às 20h, no Brejeirão)
Socorrense x Guarany (12 de março, às 16h, no Wellington Elias)