Vice-presidente do Facebook é preso após mandado de prisão de juiz de Lagarto-SE

O vice-presidente da rede social Facebook para América Latina, Diego Jorge Dzodan, foi preso na manhã desta terça-feira (1º), em São Paulo, por policiais federais em cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido por um juiz criminal de Lagarto.

Segundo informações, ele estava indo para o trabalho no Itaim Biibi, Zona Sul da capital paulista, quando foi detido pelos policiais. Dzodan foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e depois prestará depoimento na Polícia Federal.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz criminal da comarca de Lagarto Marcel Montalvão. Segundo nota da PF de Sergipe, o representante descumpriu ordens judiciais de requerimento de informações contidas na página do Facebook.

"[Informações] imprescindíveis para produção de provas a serem utilizadas em uma investigação de crime organizado e tráfico de drogas", diz a nota.

A ação foi tomada a pedido da Justiça de Lagarto após a rede social não cumprir decisão judicial de compartilhar informações trocadas no WhatsApp por suspeitos de tráfico de droga. O Facebook é dono do WhatsApp desde o começo de 2014.

O Facebook não revelou as informações solicitadas pela Justiça que aplicou multa diária de R$ 1 milhão, que está sendo paga há 30 dias. E hoje foi solicitado a prisão preventiva em virtude do não cumprimento da ordem judicial, que era informar quais usuários utilizavam a página.

Lagartense.com