Ainda em formação, ASA e Confiança fazem bom jogo, mas só empatam

ASA e Confiança. Início da Série C e confronto que representou um recomeço para as duas equipes, que foram à campo no Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, quase que totalmente reformuladas, com muitas caras novas. E naturalmente a maior dificuldade dos dois times foi a falta de entrosamento, superada pela grande disposição demonstrada na partida. No fim de jogo, empate em 1 a 1. João Paulo abriu o placar para o ASA, em cobrança de pênalti. Na segunda etapa, o zagueiro Valdo empatou, de cabeça para os azulinos.

Na próxima rodada, o ASA enfrenta o Remo fora de casa. O jogo está marcado para o dia 30 de maio, às 20h, no Mangueirão, no Pará. O segundo jogo do Confiança pela competição acontece no domingo que vem, às 19h, na Arena Batistão, contra o Fortaleza.

O jogo

Jogando em seus domínios, o ASA iniciou melhor a partida, pressionando o Confiança no sistema ofensivo. Enquanto isso, a equipe sergipana tentava explorar os contra-ataques em velocidade puxados principalmente pelo Caíque, pela direita. Foi neste caminho que os proletários criaram as melhores oportunidades.  Aos 13 minutos, o técnico Betinho foi obrigado a fazer a primeira alteração. Djalma entrou no lugar de Mateus Paraná, que saiu de campo lesionado. Velho conhecido do Confiança, o lateral Diogo era quem comandava as principais jogadas de ataque do ASA, sempre levantando a bola com perigo na área adversária. 

Os alagoanos seguiram pressionando até conseguirem um pênalti. Jefferson Baiano foi derrubado na área e o árbitro assinalou a penalidade. João Paulo cobrou e abriu o placar para o ASA. O Confiança viveu alguns momentos de instabilidade, sentindo o golpe, mas aos poucos foi se recuperando, melhorando a criação no meio campo e, aos 45 minutos do segundo tempo, quase empatou com Orobó, de cabeça.

No segundo tempo o jogo aumentou muito em intensidade. Os times revezaram nas investidas ao ataque e mostraram um cardápio interessante de boas jogadas. A melhor chance do ASA saiu dos pés de João Paulo, aos 20 minutos, mas Júnior Beliato fez uma grande defesa. Logo em seguida, em um lance de bola parada, Cascata cobrou o escanteio e Valdo empatou de cabeça para o Confiança.
Os dois times tentaram ainda o gol da vitória até os últimos minutos. Mas apesar de não terem conseguido, mostraram que, mesmo em formação, têm potencial para evoluir na Série C do Campeonato Brasileiro.

Globo Esporte / SE