Furto de transmissores interrompe serviços da telefonia vivo em Tobias Barreto e região

O furto de equipamentos da operadora vivo interrompeu a transmissão do sinal da telefonia móvel nos municípios de Tobias Barreto, Pedrinhas, Estância, Lagarto e Boquim, segundo informações de um agente de segurança de uma das operadoras de celular vítima de uma suposta quadrilha que está agindo nos Estados da Bahia e Sergipe. Ele pediu para mantê-lo no anonimato.

Em Pedrinhas, a Polícia Militar prendeu dois homens na quinta-feira, 26, e com eles a polícia civil apreendeu mais de 20 equipamentos, avaliados em cerca de R$ 30 mil, segundo informações do delegado da polícia civil Marcelo Hercos, que atua nos municípios de Pedrinhas e Boquim.

Conforme o delegado, a maioria dos equipamentos pertence a uma das operadores e foi furtada em Sergipe. Outro equipamento é de uma outra operadora, furtado em uma cidade do interior da Bahia. No veículo que os dois suspeitos estavam havia alguns equipamentos furtados, que foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil no município de Pedrinhas.

O delegado Marcelo Hercos não descarta a possibilidade de haver uma quadrilha especializada neste tipo de crime atuando nos Estados da Bahia e Sergipe. Os dois suspeitos foram autuados em flagrante por furto qualificado. Trata-se de dois baianos que estavam em Sergipe, hospedados em uma pousada na cidade de Estância.

Na pousada, estavam armazenados outros equipamentos semelhantes. “Eles falam que trabalham para uma empresa de telecomunicações e eletrônica e que estariam em Sergipe fazendo um levantamento, dizem que é uma coisa de ocasião, mas acreditamos que existe uma organização criminosa. Estamos levantando isso”, disse o delegado.