Justiça de São Paulo nega transferência de ex-vereador sergipano

A prisão do ex-vereador de Poço Verde e também advogado Ricardo Henrique Nogueira de Oliveira aconteceu no dia 18 de dezembro de 2015, em uma ação policial realizada pelo Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), com apoio da Polícia Civil do estado de São Paulo. O parlamentar estava afastado da Câmara Municipal desde julho do ano passado, tendo apresentado atestados médicos visando justificar a ausência.

Ricardo Henrique foi preso em um apartamento no município de Santo André (SP), onde atuava como advogado. Ele responde pelo crime de Associação Criminosa, expedido pela Comarca de Pacatuba (SE). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o ex-vereador fornecia dinamite para explosões de cashs a uma quadrilha que atuava no interior do estado de Sergipe.

Após a prisão, o ex-vereador foi conduzido para a delegacia do município, onde permaneceria até que sua transferência fosse autorizada pelo Poder Judiciário daquele Estado. Na época o delegado Jonathan Evangelista, na condição de diretor do COPE, acompanhou a prisão e a expectativa era voltar a Sergipe com o preso, o que não ocorreu.

Faltando poucos dias para completar cinco meses da prisão, o ex-vereador continua detido em São Paulo. F5 News falou com a SSP que informou aguardar a autorização da justiça paulista e que não sabe dizer o motivo da demora.

A informação recebida pelo F5 News é de que o preso responde a um inquérito policial naquele estado e, por isso, ainda não foi transferido. Já o processo em Sergipe corre normalmente, tendo uma próxima Audiência de Instrução e Julgamento marcada para o dia 24 deste mês.