"Precisamos estar preparados", avalia técnico do Ita o seu grupo na Série D

Confirmado no comando do Itabaiana no Campeonato Brasileiro da Série D, o técnico Leandro Campos definiu o retorno aos trabalhos na Serra para o dia 20 de maio. Ao conhecer os adversários na primeira fase, o tricolor está no grupo A8, o treinador disse que é um caminho difícil, mas que é possível superá-lo com organização.

- Um grupo difícil, como todos os outros. Temos o Serra Talhada que fez uma boa campanha no Pernambucano. Temos o Uniclinic, que fez um Cearense excelente, tanto que foi vice-campeão. E o Potiguar, que liderou a maior parte do tempo o segundo turno e ficou de fora da final por detalhes. É muito importante fazermos uma análise destas equipes para que tenhamos um bom parâmetro. Vejo os adversários com muito respeito - afirmou Leandro Campos.

O técnico também comentou o fato de o Itabaiana fazer viagens longas na primeira fase. O adversário mais próximo é o Serra Talhada, mais de 400 km de distância. Ele procurou enfatizar que a distância não poderia ser usada como desculpa para possibilidades de insucesso.

- Lógico que as viagens longas devem ser bem organizadas, para não termos desagastes acima do normal, para ter os jogadores em boas condições de jogo. É sempre ruim, mas temos que nos organizar e não usar de subterfúgio das dificuldades da competição como justificativa para qualquer tipo de insucesso. Todas as equipes vão precisar viajar e todos precisam administrar bem.

Serão 24 dias de preparação até a estreia contra o Potiguar. Para estreia, Leandro Campos afirma que conhece bem o local de jogo, o Estádio Leonardo Nogueira, em Mossoró, e diz que o campo será mais um adversário.

- Tenho experiência, pois já joguei várias vezes lá em Mossoró. Sei que é muito difícil, pois tem as próprias condições do gramado, que são péssimas, isso já é um agravante, já nos cria um grau de dificuldade, mas precisamos estar preparados para estes desafios.

Globo Esporte / SE