Sergipe se prepara para receber a tocha olímpica

A passagem da tocha olímpica em Sergipe vai mobilizar mais de 600 profissionais das áreas de segurança pública e saúde. O evento vai ser monitorado em tempo real por Centros de Comando e Controle a nível nacional e regional, e a última reunião para discutir os preparativos finais de segurança para o revezamento aconteceu na manhã da terça-feira, 10. Para evitar incidentes durante o evento, agentes de diversos órgãos municipais, estaduais e federais atuarão em conjunto.

O símbolo da competição internacional aterrissa no estado no dia 28 de maio, percorre os municípios de Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora das Dores e Aracaju, onde pernoita, e segue para Propriá no dia 29. De acordo com a sub-coordenadora de segurança da passagem da tocha em Sergipe, Cátia Emanuelli, o planejamento estratégico para o evento foi traçado pela Secretaria Extraordinária para Grandes Eventos do Ministério da Justiça.

“A participação de todo aparato de segurança pública para esse revezamento é muito importante. Devemos estar atentos a todas prováveis causas de um transtorno que possa vir a manchar a imagem do Brasil com relação ao mundo”, explicou Cátia, acrescentando que, desde 06 de abril uma equipe se reúne em Sergipe para discutir as estratégias e diretrizes traçadas pelo Ministério da Justiça.

O vice-governador Belivaldo Chagas agradeceu o empenho de todas prefeituras e órgãos envolvidos no evento, e comentou que todas as preocupações foram averiguadas. “A passagem da tocha é extremamente importante, afinal de contas trata-se de um evento mundial. Recebemos a tocha em seis municípios, onde estaremos com toda programação pronta para que a população possa participar, e aproveitamos também para agradecer todos os órgãos envolvidos para que a gente obtenha sucesso e tranquilidade com a passagem dessa tocha pelo nosso querido estado”.

Para a passagem do símbolo olímpico, foram mobilizados agentes dos Comandos de Policiamento Militar da Capital e Interior (CPMC e CPMI), Grupo Especial de Repressão e Busca da Polícia Civil (GERB-PC), Forças Armadas, Bombeiros, Marinha, Polícias Federal e Rodoviária Federal (PF e PRF), Grupamento Tático Aéreo (GTA), Guarda Municipal e Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Aracaju, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e das prefeituras que receberão o revezamento da tocha olímpica.

Haverá planos de segurança para todas as etapas da passagem da tocha em Sergipe, envolvendo questões como deslocamento rodoviário e aéreo, circulação nos municípios e coordenação dos Centros de Comando e Controle.

Participaram da reunião o secretário de Estado do Turismo e Esporte, Adilson Júnior; superintendente executivo da Casa Civil, Maurício Pimentel; secretário municipal de Esporte de Aracaju, Carlos Eloy; além de representantes do CPMC, CPMI, 28º Batalhão de Caçadores, Capitania dos Portos de Sergipe, Corpo de Bombeiros, GTA, Guarda Municipal de Aracaju, Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, PRF, SMTT e das prefeituras de Dores, Poço Redondo, Canindé do São Francisco e Propriá.

Fonte: ASN