Impunidade, saudade e angustia marcam os 14 anos do assassinato do radialista Claudio Rotay

Nesta sexta-feira dia 17/06/2016, completam exatamente 14 anos do assassinato do radialista, José Cláudio Bispo dos Santos “CLAUDIO ROTAY”. O locutor e um dos seus seguranças, foram assassinados numa segunda-feira, no dia 17 de junho de 2002, no bar do Barreto, no conjunto Maria do Carmo em Tobias Barreto, quando dois indivíduos numa moto invadiram o estabelecimento e cometeram o duplo homicídio.

A forma covarde na qual o radialista foi executado gerou revolta e muita comoção na cidade, pois ele era muito querido, Rotay conduzia um programa jornalístico polêmico, onde denunciava bandidos e políticos corruptos.

Com a pretensão de se candidatar a deputado estadual, pelo Partido Trabalhista Brasileiro - PTB, Rotay despertou a fúria em alguns políticos, que temiam que o radialista chegasse a exercer um cargo eletivo.

O crime completa 14 anos, e até a presente data ninguém foi condenado ou preso por envolvimento no caso. A família de Cláudio angustiada continua clamando por justiça.

Assista o vídeo do discurso de Claudio Rotay, no dia em que foi liberado da prisão: