Vendas de automóveis em Sergipe caíram 10% em maio

O setor automotivo de Sergipe recuou 10% em maio deste ano, conforme dados do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos de Sergipe (Sincodiv-SE). O quinto mês deste ano fechou com um total de 5.465 automóveis comercializados. O resultado negativo, no entanto, não surpreendeu o setor, que vinha obtendo saldo de vendas positivo por conta da obrigatoriedade de regularização dos ciclomotores. Por outro lado, o desempenho em relação ao ano passado é bem satisfatório.

Na categoria automóveis, é possível verificar o leve aumento de 5%  nas vendas, diante da comercialização de 950 unidades em maio,  50 veículos a mais que abril. Já no segmento de comerciais leves foi registrada a venda de 157 unidades no mês passado, oito a mais que o mês anterior, o que corresponde um acréscimo de 5,3% nas vendas.

O setor de motocicletas registrou queda de 14%, uma vez que foram emplacadas 4.180 unidades. Outro segmento que apontou retração foi de ônibus, com apenas 4 veículos comercializados em maio, contra 7 no mês anterior, o que corresponde a uma queda de 57%.  Já o quantitativo de caminhões  vendidos foi de 35 unidades, dois a mais que em abril, conferindo um acréscimo de 6% nas vendas de maio.

 No ranking dos mais vendidos em Sergipe no mês de maio, o modelo GM Onix conquistou a liderança, com 78 veículos vendidos. Em seguida, aparecem em segundo e terceiro lugares os modelos Hyundai HB20 e Volkswagen Fox com a venda de 63 e 61 unidades, respectivamente.

 Nos primeiros cinco meses de 2016, já foram vendidas 24.820 unidades nas concessionárias sergipanas, o que corresponde a 48,2% a mais em relação ao acumulado do mesmo período de 2015, entre automóveis (-32,5%), comerciais leves (-35%) e motocicletas (+154%). Já nos segmentos de caminhões (-42,3%) e ônibus (-63,4%), foi registrada a comercialização de 225 unidades. Enquanto que implementos rodoviários (-30,1%) e outros (-23%) somam 635 unidades. Com isso, observa-se o total de 20.215 veículos comercializados no período de janeiro a abril deste ano.

*Com Sincodiv/SE