Promotor propõe churrasco de jumento para valorizar o animal no RN

Figura importante na vida do homem sertanejo em outros momentos como meio de transporte, o jumento tem caído no esquecimento nos últimos tempos. Querendo resgatar a importância do animal, um promotor no estado do Rio Grande do Norte apresentou uma proposta polêmica: usar jumentos como fonte de alimento, a exemplo de churrasco. 

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, Sílvio Brito, promotor na cidade Martins, já chegou a promover um churrasco com carne do animal para autoridades locais e a imprensa. Ele argumenta que a solução surgiu como forma de valorizar o animal que, nas últimas décadas, perdeu utilidade no campo e foi substituído pelas motos. Os animais, desde então, acabam abandonados em estradas e se tornam um risco para motoristas.

A ideia do promotor tem causado polêmica entre os defensores dos direitos dos animais e alguns já chegaram, inclusive, a ameaçar Brito de morte. "Eu acredito firmemente na potencialidade econômica do jumento", diz o promotor, que conta ter se decepcionado com "a falta de visão das pessoas sobre o assunto".