PF realiza Operação Natividade em Sergipe

A Polícia Federal em Sergipe deflagrou, nesta data, a Operação NATIVIDADE, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que praticava fraudes em detrimento do INSS, desde o ano 2013.

Segundo apurado, a organização fraudou mais de 90 (noventa) benefícios de AUXÍLIO RECLUSÃO, mediante a utilização de documentos falsos, causando um prejuízo estimado em mais de R$5.000,000,00 (cinco milhões de reais). Além disso, as investigações evitaram pagamentos da ordem de R$2.000,00 (dois milhões de reais), referentes a cerca de 30 (trinta) benefícios que já haviam sido concedidos.

Até o momento, foram cumpridos 11 (onze) Mandados de Prisão Preventiva, 01 (um) Mandado de Condução Coercitiva e 17 (dezessete) Mandados de Busca e Apreensão, nos Estados de Sergipe, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

O nome da operação - NATIVIDADE - faz alusão aos nascimentos que eram forjados pela quadrilha, para requerimento dos benefícios.

Os investigados serão indiciados pela prática dos crimes previstos no artigo 2º, caput, da Lei n. 12.850/13 e no artigo 171, caput, c/c §3º, do Código Penal, cujas penas máximas são de 08 (oito) e 05 (cinco) anos, respectivamente.

As investigações tiveram o apoio da Assessoria de Pesquisa Estratégica de Gerenciamento de Riscos - APE/GR, da Previdência Social. O Grupamento Tático Aéreo da Polícia Militar de Sergipe também prestou apoio, durante a deflagração.