Eduardo Amorim: ¨Sales Neto mente e calunia mais uma vez¨

Nenhum empregado desse 'desgoverno' pode impor que o povo sergipano tenha uma 'cegueira coletiva'.

Servindo ao papel que lhe cabe, o secretário Sales Neto mente e calunia mais uma vez quando diz que a oposição não tem nada a apresentar, sendo que a oposição só tem apontado constantemente soluções para o caos instalado em nosso Estado por falta de projetos, interesse e disposição do pior Governo da nossa história.

Sergipe é considerado atualmente como um dos piores estados do Brasil nos quesitos endividamento público, Segurança, Saúde e Educação.

Cega e vazia deve estar a consciência daqueles que administram o nosso Estado porque são capazes de ver, ouvir e sentir tamanho sofrimento em que passam as famílias sergipanas, e ainda serem capazes de apontar as suas falhas e erros nos outros. Essas pessoas além da conivência com criminalidade, destruíram famílias de servidores públicos ao tirarem deles o seu orçamento e planejamento familiar, devido aos sucessivos atrasados salariais.

Esse desgoverno não enxerga que empresas fundamentais para economia sergipana estão indo embora e logo fecharam suas portas, desempregando milhares de sergipanos, mas enxergam muito bem o próprio bolso e os interesses individuais. Podemos explanar rapidamente as últimas conquistas da oposição:

O ministro da Educação Mendonça Filho liberou R$ 10 milhões para realização de obras no Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) para conclusão das obras da Unidade Materno-Infantil e de um anexo, que será um centro de transplantes e tratamento de oncologia; Conseguimos renegociação da dívida da safra de milho de 2016 junto aos Ministérios da Agricultura, da Integração Nacional e da Fazenda; Após audiência com o presidente da República Michel Temer, e com o ministro da Justiça Alexandre de Moraes, serão desenvolvidas ações que visem intensificar o combate à criminalidade na região metropolitana de Aracaju pelo “Plano Nacional de Segurança Pública”.

Enfim, como podem perceber, diferente deles, nós não temos o que esconder, temos o que explanar, com base a nossa luta contínua e frequentes conquistas.