Governistas articulam candidatura de Maria do Carmo a vice-governadora na chapa apoiada por Jackson

Em 2014, o governador Jackson Barreto (PMDB) articulou o apoio do então prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), à sua reeleição, sonhando em ter a senadora Maria do Carmo (DEM) como sua companheira de chapa.

JB chegou a contar como favas contadas a formação da chapa.

Maria seria vice e comandaria a Secretaria de Inclusão Social.

João Alves, depois de muito andar e rir nas ruas da capital com Jackson, optou por apoiar a candidatura perdedora do senador Eduardo Amorim (PSC).

Em 2016, o marketing imaginado por Carlos Cauê, com total apoio de Jackson, foi fundamental para Edvaldo Nogueira (PCdoB) voltar a ser prefeito de Aracaju. Afinal, dizia o marketing: ¨Valadares Filho tinha o apoio do prefeito João Alves¨, enxotado da prefeitura pelo eleitorado.

Chega o ano de 2017, e Jackson acusa o senador Eduardo Amorim de tentar tirar Sauminio Nascimento da superintendência do BNB em Sergipe.

Recorreu a Maria do Carmo, a quem pediu para segurar Sauminio no cargo.

Pelo menos até agora, Maria conseguiu cumprir o que prometeu.

2017, ainda no seu início, já começa a abrir as portas para outubro de 2018.

Alguns governistas trabalham para que Maria do Carmo seja a candidata a vice-governadora na chapa apoiada por Jackson Barreto.

NE Noticias