Professores de Riachão do Dantas fazem vigília na prefeitura e exigem pagamento de salário atrasado

Na manhã desta segunda-feira (16), professoras e professores da rede municipal de Riachão do Dantas fizeram vigília em frente à prefeitura, eles buscam pelo pagamento do salário do mês de dezembro.

Riachão dos Dantas é um dos 16 municípios que não pagaram os salários referentes ao mês de dezembro

Os demais são: Indiaroba, Poço Verde, Arauá, Tomar do Geru, Maruim, Rosário do Catete, Pinhão, Santa Rosa de Lima, Gararu, Canindé do São Francisco, Riachão do Dantas, Salgado, , Aquidabã, Telha, Santana do São Francisco, Santo Amaro das Brotas, Propriá.

Em duas audiências com o presidente do Tribunal de Contas de Sergipe – TCE/SE, os professores dos municípios já solicitaram bloqueio de contas, além da punição prevista em resolução publicada pelo órgão no mês de novembro. De acordo com a resolução, caso os prefeitos e prefeitas não cumprissem o calendário estipulados por eles mesmos (e entregue ao TCE/SE) teriam as contas rejeitadas e pagariam multa pessoal de pouco mais de R$62 mil.

“Os professores e professoras só exigem o que lhes é de direito. O trabalho foi realizado e o pagamento deveria ter sido pago. Até porque os próprios gestores informaram ao TCE que o pagamento de dezembro seria feito dentro do mês”, aponta Uilson Menezes Hora, diretor do Departamento de Assuntos das Bases Municipais do SINTESE.

O SINTESE também denunciou que o calote nos professores não foi por falta de dinheiro. Em todos os municípios que até hoje não pagaram os salários de dezembro houve aumento nos recursos do FUNDEB.

Lagarto como eu vejo