Sergipe poupa quase time inteiro, leva gol, mas reage e vence o Lagarto

O calendário é cheio, três competições no primeiro semestre. Por isso, o técnico Betinho prometeu uma rotatividade maior no elenco. Na tarde deste domingo, a promessa foi cumprida em grande estilo no Etelvino Mendonça, contra o Lagarto. Apenas Lelê, titular contra o Vitória na última quarta, começou jogando. Houve um susto no início, com o gol de Messias, mas Cris, Lelê e o grandalhão Fabiano Tanque garantiram a vitória colorada por 3 a 1.

Dois jogadores em especial mereceram destaque, Lelê fez o segundo dele na competição. E foi um golaço o gol da virada, chute de fora da área, que encobriu o goleiro lagartense. Um gol ainda no primeiro tempo, que fez o Sergipe ir para o intervalo com a cabeça mais tranquila. Fabiano Tanque entrou no segundo tempo e, no momento em que o jogo estava um pouco apertado para o Sergipe, ele marcou de cabeça e sacramentou a vitória do time rubro. Agora, ele é o artilheiro isolado do Sergipão com 3 gols.

O Sergipe, com esse resultado positivo, vai a 7 pontos e mantém-se invicto, agora na liderança pelos critérios de desempate. O time volta a jogar na próxima quarta-feira, em partida válida pela terceira rodada, contra o Estanciano, marcada para 20h15, na Arena Batistão. No mesmo dia, mas às 15h15, é a vez do Lagarto enfrentar o Botafogo de Cristinápolis, no Albano Franco. Os lagartenses estão com apenas um ponto, na penúltima colocação.

O jogo começou com uma intensidade alucinante por parte das duas equipes, que brigaram pela bola o tempo todo, às vezes até com certa violência. Os atletas se estranharam um bocado em um ou outro lance mais pegado. Mas seria injusto resumir o primeiro tempo a isso. Foi bonito ver a dedicação em ambos os lados. O Lagarto marcou um gol relâmpago, logo aos 4 minutos de partida. Messias entrou como uma flecha pelo lado esquerdo e bateu cruzado. A bola ainda tocou na trave antes de balançar as redes. 

O Sergipe não se intimidou com o ímpeto do adversário e aos poucos foi se organizando em campo. O gol de empate não demorou a chegar. Aos 14 minutos, cobrança de escanteio, bola no segundo pau e o capitão Cris se esticou para empatar de carrinho. O Sergipe continuou pressionando e conseguiu a virada ainda no primeiro tempo. Após cobrança de lateral, Lelê dominou de fora da área e marcou um golaço.

Na etapa complementar, o Sergipe controlou o jogo, apesar de ter puxado um pouco o freio de mão e não ter chegado com tanta frequência ao gol adversário. Mas administrou com certa tranquilidade o resultado. Wallace Pernambucano, Erik e Fabiano Tanque, considerados titulares, entraram no jogo e colaboraram bastante para que a equipe colorada não deixasse o Lagarto retomar o ritmo do primeiro tempo. O Sergipe chegou ao terceiro gol com Fabiano Tanque, que havia entrado há poucos minutos. Ele recebeu cruzamento e cabeceou no cantinho, sacramentando a vitória alvirrubra.

Globo Esporte / SE