CSA abre o placar, mas Igor sai do banco para garantir vitória do Itabaiana

Foi o dia dos reservas e do camisa 1 tricolor, Genivaldo. Não fossem os dois importantes gols de Igor Alves, sem dúvidas o melhor da partida seria o goleiro do Itabaiana. Na maior parte do jogo o CSA foi melhor, pressionou e muito, mas o arqueiro estava inspirado, não deixava passar nada. Vale ressaltar também a marcação dos visitantes. O Tricolor da Serra não atacou muito no primeiro tempo, mas se defendeu muito bem e anulou o setor ofensivo do Azulão.

No início da etapa final foi a mesma coisa. O CSA chegava e Genivaldo salvava. Aí começam a entrar os reservas na história do jogo. Primeiro Everton Heleno, que entrou bem, participando das principais jogadas da equipe azulina. Depois Jacó, que sofreu pênalti pouco tempo depois de entrar no jogo. Everton foi lá e converteu. Mas ainda estava por vir o reserva que seria determinante no placar do jogo. 

Igor Alves entrou aos 28 do segundo tempo e começou a brilhar aos 32, quando cobrou bem a falta e empatou a partida no Rei Pelé. Aí cinco minutos depois o mesmo Igor foi oportunista e fez o segundo, dessa vez de cabeça, virando o jogo para o Tricolor da Serra. Aos 45, Paulinho Macaíba quase fez o terceiro, mas o goleiro do CSA salvou, evitou que a derrota fosse maior.

Com a vitória, o Tremendão chega aos quatro pontos em três jogos. O Azulão do Mutange permanece com três pontos. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima rodada do Grupo E, porém vai demorar um pouco o novo duelo, só dia 2 de março, às 19 horas, no estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana.

Enquanto isso, na segunda-feira, o time azulino volta a campo para enfrentar o CEO, às 20h30, pelo Campeonato Alagoano. O jogo será de portões fechados e foi marcado para o Estádio Gerson Amaral, em Coruripe. Quarta-feira, o Tricolor da Serra recebe o Goiás pela Copa do Brasil, às 20h30 (horário de Sergipe).

O jogo

Os cinco minutos iniciais foram de pressão total do CSA, mas a primeira chance perigosa da partida foi do Itabaiana. Ainda aos sete minutos, Janilson Madona fez boa jogada pelo lado esquerdo, cruzou, Diego Neves se antecipou e assustou o goleiro Jeferson. Dois minutos depois o mesmo jogador tricolor incomodou novamente. Do lado azul, Alex Henrique era quem mais tentava.

O Azulão do Mutange continuou melhor durante o restante da etapa inicial. Dominou o tempo, mas perdeu vários gols com Celsinho, Didira e, principalmente, Alex Henrique. Aos 30 minutos, por exemplo, Alex ficou cara a cara com Genivaldo e tocou no canto direito. O goleiro do Tremendão fez uma defesa incrível. 

Os donos da casa foram mais incisivos, mas esbarraram na boa marcação do Itabaiana. O Tricolor da Serra explorou alguns contra-ataques, porém não foi eficiente. O elenco azulino mereceu fazer pelo menos um gol, contudo a primeira etapa terminou com o mesmo placar que começou, 0 a 0, com direito à vaias da torcida. 

No início do segundo tempo, Oliveira Canindé prometeu o que disse no intervalo, "arrumou a casa". Everton Heleno foi um que entrou bem, participando da criação da maioria das jogadas do CSA. Enquanto isso, o Itabaiana continuava bem fechado, marcando forte e Genivaldo salvando.

E o Azulão permanecia no ataque. Celsinho tentou, Genivaldo defendeu. Alex Henrique e Rafinha fizeram o mesmo e o goleiro tricolor mais uma vez levou a melhor. Everton Heleno, que já tinha chegado com perigo aos 10 minutos, foi coroado aos 23, quando Jacó, que tinha acabado de entrar, foi derrubado. Pênalti. Dessa vez não deu para o arqueiro do Tremendão. Everton bateu e abriu o placar para a equipe alagoana. 

Aí Ailton Silva, de imediato, tirou André Beleza e colocou Igor Alves no jogo. E não é que ele tava iluminado? Com menos de cinco minutos em campo, meia do Itabaiana cobra muito bem uma falta e empata o jogo. E cinco minutos depois Igor marcou de novo, desta vez de cabeça. Por pouco, já aos 45, Paulinho Macaíba não ampliou o placar do Rei Pelé. Fim de papo: CSA 1, Itabaiana 2. É a primeira vitória do representante sergipano na competição. 

                                                 CSA 1 x 2 ITABAIANA
                                        (Everton Heleno)         (Igor Alves 2x)

CSA: Jeferson; Celsinho, Leandro Souza, Douglas Marques e Rafinha; Serginho (Everton Heleno), Marcos Antônio, Didira, Thiago Potiguar e Daniel Cruz (Jeam); Alex Henrique (Jacó). Técnico: Oliveira Canindé.

Itabaiana: Genivaldo; Magno, Tiago Garça, Heverton e Janilson Madona; Hércules (Zaquel), Daniel Paraíba e André Beleza (Igor Alves); Geovane, Diego Neves (Thomas Anderson) e Paulinho Macaíba. Técnico: Aílton Silva.

Globo Esporte / SE