Jackson diz que Valadares foi encontrar Ministro para “Sair na Foto”

A relação política entre o governador Jackson Barreto (PMDB) e o senador Antonio Carlos Valadares (PSB), que não era boa, fica cada vez mais complicada.

Na manhã desta segunda-feira (06), o governador Jackson Barreto e o senador Valadares concederam entrevista a duas emissoras de rádio da capital e não pouparam críticas um ao outro.

Para Jackson, o senador Valadares tem trabalhado contra o estado na tentativa de dificultar a administração estadual. “O coordenador da bancada federal não pode trabalhar contra o estado. O Valadares foi ao encontro do ministro para poder sair na foto, porque ele não sabia nem do que se tratava”, ironizou Jackson sobre encontro com ministro em Brasília.

Ainda durante a entrevista, Jackson deixou claro que gostaria que houvesse mudança na liderança da bancada federal. “Coordenador da bancada federal não pode trabalhar contra o governo de Sergipe”, disse Jackson.

O governador afirma que as criticas que estão sendo feitas por Valadares, Eduardo Amorim e André Moura, são devido a derrota sofrida da eleição da capital. “O radicalismo de Valadares e Amorim contra o estado foi devido a derrota que sofreram para Jackson em Aracaju”, explicou afirmando ainda que a adesão do deputado federal Laércio Oliveira (SDD), causou ciúmes à oposição. “Para mim é uma honra ter aí meu lado o deputado Laércio Oliveira. Uma pessoa de alta respeitabilidade, um homem de honra”.

Ainda durante a entrevista, Jackson garantiu ainda que irá realizar concurso público para a Polícia e Bombeiro Militar ainda este ano.

Do outro lado, em outra emissora, o senador Valadares também fez duras críticas ao governo do estado. “Ninguém consegue calar a boca da oposição. A impopularidade desse governo é massiva. Esses acordos políticos que estão sendo feitos?. É a sociedade. É uma tara ele querer estraçalhar a oposição e o PSB. A oposição tem hoje 50 gestores municipais”, garantiu Valadares.

O senador afirmou ainda que “A oposição nunca morre, está sempre viva, desperta quando menos se espera na alma de um povo sofrido. Quem viveu já viu, quem viver verá”, ironizou.

Também durante a entrevista, Valadares garantiu que a oposição terá candidato ao governo do estado em 2018 e que ele é candidato natural à reeleição.

Sobre uma possível intervenção de Jackson na bancada federal, Valadares disse que “o governador quer se meter em tudo e age como ditador. Sergipe está arrasado mas oferta de CCs pra apoio político no Estado e na PMA, é usada como arma pra fragilizar oposição. O povo foi consultado?”, questionou.

Munir Darrage