Parada há um mês, obra de recuperação da BR-349 traz transtornos a moradores da região

Com as obras de recuperação paradas há um mês, uma das vias mais importantes do município de Itapicuru, virou mais do que uma rodovia em péssima condição. Além de mal sinalizada, vários trechos vem causando transtornos a moradores dos povoados as margens da pista.

Uma onda de poeira vem se alastrando em determinados pontos, causando problemas de saúde, prejuízos a agricultores, bem como sujeira nas residências.

A obra de recuperação de 44 km da via, que contemplaria os municípios de Olindina, Itapicuru, e a divisa BA-SE, iniciada em 2016 com R$ 11.195.663,08 (onze milhões, cento e noventa e cinco mil, seiscentos e sessenta e três reais e oito centavos) investidos, parou deixando conseqüências graves para quem tem sua vida relacionada ao movimento da estrada. 

Durante a paralisação muito se ouvi o porquê da sua paralisação, atribuindo a intervenção do estado devido à má qualidade do serviço prestado pela empresa.


O fato é que a obra estar inacabada e mostra mais uma vez a falta de comprometimento com o dinheiro público.

Imagens ilustrativas
Itapicuru Noticias