Rafael volta a marcar, Confiança vence Frei Paulistano e volta para a liderança

Apenas 24 horas. Esse foi o tempo que o Itabaiana ficou na liderança do estadual. Isso porque o Confiança venceu mais uma. Na tarde desta quinta-feira, o Dragão do Bairro Industrial derrotou o Frei Paulistano no estádio Jailton Menezes, o "Titão", em Frei Paulo.

O gol do Confiança foi marcado por Rafael Villa. O meia voltou a ser decisivo e, ainda no início da primeira etapa, garantiu mais três pontos para os proletários, que continuam sem perder no estadual. Esta foi a quinta vitória em sete jogos. Frei Paulistano questionou dois pênaltis na partida, um em cada tempo.

Com a vitória, o Confiança chega aos mesmos 17 pontos do Itabaiana, mas ultrapassa o Tricolor da Serra, pois fez um gol a mais. O time azulino só volta a jogar pelo estadual no dia 1º de março contra o Amadense, às 20h15, em Aracaju. E o Frei Paulistano, que subiu duas posições apesar da derrota, agora é o quarto colocado e vai enfrentar o Lagarto no mesmo dia e horário, no estádio municipal de Frei Paulo.    

Primeiro tempo

O Dragão do Bairro Industrial não se intimidou. O Confiança nem parecia que estava jogando fora de casa. A equipe proletária se impôs e pressionou o Frei Paulistano desde o início da partida no estádio Municipal Jailton Menezes, o "Titão". O jogador que mais arriscou chutes ao gol de Manga foi Thiago Silvy. O mais perigoso dele foi aos 12 minutos, quando o goleiro do Frei Paulistano espalmou e evitou o primeiro do Confiança. Mas, quatro minutos depois, Manga não conseguiu evitar o gol de Rafael Vila, que recebeu passe de Silvy dentro da área e balançou a rede adversária. 

Depois disso, apesar dos cartões recebidos, a equipe proletária continuou em cima, mas a pontaria não estava calibrada. Já no final da primeira etapa, Tito acertou a bola no gol, mesmo não pegando bem na bola, porém aí foi a vez de Manga aparecer novamente e fazer uma boa defesa. O único lance do Frei Paulistano que assustou a torcida azulina foi quando os donos da casa pediram pênalti de Radar em Márcio Telê, mas o árbitro nada marcou. Com isso a primeira etapa terminou: um para o Confiança, zero para o Frei Paulistano. 
  
Segundo tempo

Na volta, o Frei Paulistano acordou. Logo aos sete minutos, Renato chutou a gol e Henrique espalmou. No rebote Márcio Telê tentou aproveitar, mas foi marcado impedimento. O Confiança só veio aparecer no jogo aos 17 minutos, quando Jailton arriscou de fora da área. Até os 24 primeiros minutos, os donos da casa tiveram algumas chances, mas não foram eficientes. Aos 25, Everton Santos por pouco não ampliou o placar. Ele acertou a bola no travessão. 

A partir daí, as equipes começaram a acertar o pé, pelo menos estavam mandando a bola no gol. Com isso, os goleiros e as traves começaram se destacar. Depois o jogo caiu de qualidade e só veio ter um lance de destaque aos 39, quando Claudinho caiu na área e pediu pênalti, disse que foi derrubado, mas o árbitro nada marcou. Foi o segundo pênalti questionado pelo Frei Paulistano na partida, um em cada tempo. Após isso, não tivemos mais lances de perigo e o jogo terminou com a vitória do Dragão em Frei Paulo, 1 a 0, gol de Rafael Villa.

Globo Esporte / SE