Carlinhos Bala exalta empate sobre o Amadense e elogia Edmilson Santos

O Frei Paulistano arrancou mais um empate no hexagonal final do sergipano. O Touro perdia por 2 a 1 para o Amadense, mas Carlinhos Bala converteu o pênalti que teve a seu favor. Para o jogador, um empate com sabor de vitória.

- A gente sabia das dificuldades, o momento do Amadense após a vitória sobre o Sergipe, mas conseguimos somar um ponto fora de casa e isso nos deixa empolgado. Graças a Deus consegui converter o pênalti que evitou uma derrota - afirmou Carlinhos Bala.

O atacante do Frei Paulistano se mantém animado para um possível título inédito do time. Ele ainda elogiou o trabalho do técnico Edmilson Santos, que pegou a equipe na zona de rebaixamento.

- É um campeonato muito disputado. Na segunda fase começamos contra o então líder, o Confiança, e empatamos também. O que a gente percebe é que tem a possibilidades de título. 

O time cresceu na competição com a chegada do professor Edmilson Santos, antes ficamos sem muito tempo para encaixar a equipe, mas como o Edmilson ele impôs rápido seu estilo de jogo.

Quando enfrentou o Confiança, o rival era o líder. Quando visitou o Amadense, o Leão era o líder. Na terceira rodada, o Frei Paulistano terá outro líder pela frente. Desta vez é o Itabaiana, no próximo sábado, às 15h30, no Estádio Titão, em Frei Paulo.

Globo Esporte / SE