Com segundo tempo arrasador, Bahia goleia Sergipe e abre boa vantagem

O Sergipe até se esforçou no primeiro tempo, mas perdeu rendimento na etapa final e acabou goleado pelo Bahia, na partida de ida das quartas de final da Copa do Nordeste. Os mais de oito mil torcedores que foram a Arena Batistão, em Aracaju, viram Élton abrir o placar para os donos da casa, mas Hernane, Zé Rafael, Régis e Matheus Reis garantiram boa vantagem para o Tricolor baiano. Fabiano Tanque diminuiu o prejuízo no final.

Com o placar, o Bahia joga até por derrota por diferença de um gol no domingo para garantir a vaga para as semifinais da Copa do Nordeste. Para avançar, o Sergipe precisa vencer por três gols de diferença, ou bater o Tricolor por dois gols de vantagem, desde que o placar seja superior a 4 a 2. A repetição do placar desta noite, em favor do Colorado, leva a decisão para os pênaltis.

As equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, para definir quem avança para as semifinais. Partida acontece às 18h30 (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O jogo foi em Aracaju, mas o Bahia se sentiu em casa. O Tricolor pressionou, chegou a ter quatro escanteios seguidos, mas Hernane e companhia não conseguiam transformar as oportunidades em gols. Em uma das poucas chances que teve, o Sergipe abriu o placar com um belo gol de Élton.

O volante cobrou falta com categoria e fez a festa Colorada. Mas nem deu muito tempo para celebrar. Minutos depois, Régis aproveitou bobeira da defesa, se livrou do goleiro e sofreu pênalti, que foi convertido por Hernane.

O momento de maior preocupação da partida aconteceu quando Welton levou uma pancada, sofreu um trauma cervical e saiu de ambulância para o hospital, onde realizou exames.

Na etapa final a equipe baiana foi eficiente e em um curto espaço de dois minutos marcou dois gols. Aos 14 minutos Eduardo lançou Allione na direita, que dominou e, com calma, acionou Régis. 

O meia fez o corta-luz e a bola sobrou com Zé Rafael, que da entrada da área soltou uma pancada. Aos 16 minutos, Matheus Reis foi lançado em velocidade, deixou a marcação para trás, invadiu a área e batu para o gol. Ferreira ainda conseguiu fazer a defesa, mas o próprio lateral mandou a bola para o fundo das redes. 

Os donos da casa tentaram diminuir o prejuízo, mas deixaram espaços para os contra-ataques do Bahia. Allione e Zé Rafael perderam duas chances, mas foi Régis quem transformou o placar em goleada. O Sergipe conseguiu diminuir o prejuízo nos minutos finais, quando Calyson desceu pela esquerda e chutou para o gol. A bola desviou em Tiago e se ofereceu para Fabiano Tanque, que só empurrou para as redes. 

Globo Esporte / SE