IML recolhe nove corpos; foram quatro homicídios, 4 acidentes, 1 afogamento

As últimas 24 horas também foi de movimento no Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju. Foram registrados nove mortes violentas, sendo que quatro foram vitimas de homicídios (3 armas de fogo e um arma branca).

Também foram recolhidos o corpo de uma criança vitima de afogamento; dois acidentes com moto e um com carro de passeio, além de uma vitima de descarga elétrica.

Victor Emanuel Souza das Virgens, 6 anos, foi vitima de afogamento em no povoado Brejo Grande em Lagarto. A criança chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do hospital.

As vitimas de homicídios foram Aliomar Vieira dos Santos, 36 anos. Ele foi atingido por arma branca, chegou a ser socorrido e levado para o hospital de Lagarto, mas não resistiu e morreu; Max Franklin Santos Almeida, 25 anos, atingido a tiros no bairro Getúlio Vargas, foi socorrido e encaminhado para o Huse, mas não resistiu e veio a óbito; José Augusto Gomes Messias, 18 anos, também vitima de arma de fogo no jardim Centenário em Aracaju e José Fernando Santana dos Santos, 35 anos. Foi atingido por arma de fogo no povoado Ferreira em Ribeirópolis, onde morreu no local.

As vitimas de acidente com moto foram Péricles Marinho Rocha, 44 anos, que sofreu uma queda com moto no município de São Brás, em Alagoas. Ele foi encaminhado para o Huse em Aracaju, mas veio a óbito e Egnaldo Calazans Oliveira, 43 anos, também vitima de acidente com moto no povoado Lagoa Grande em Carira.

Carlos Marcos da Silva Cavalcante, 21 anos, morreu após receber uma descarga elétrica em Poço Redondo.

As informações são de Téo Moreno, do Instituto Médico Legal