Professores aposentados protestam na porta do governador de Sergipe

Os professores aposentados do Estado de Sergipe protestaram, na manhã desta segunda-feira (13), na porta da residência do governador Jackson Barreto, na zona sul de Aracaju. 

Os docentes cobram o pagamento do salário de dezembro e também o reajuste do piso para todos os níveis do magistério.Durante a manifestação, os professores inativos fizeram um panelaço e alguns chegaram a se acorrentar. 

Segundo o vice-presidente do Sintese, Roberto Silva, são quase nove mil docentes que ainda não receberam o salário, atraso que considera injustificável.“O cenário é bastante difícil, os professores estão com as contas atrasadas, sem dinheiro para comprar remédios. 

No mês de fevereiro o Estado recebeu R$ 386 milhões do Fundo de Participação dos Estados (FPE), mas a folha geral do funcionalismo é de cerca de R$ 200 mil, ou seja, o atraso não tem justificativa”, afirma o professor Roberto Silva.

O calendário divulgado pelo governo prevê o pagamento dos inativos nesta terça-feira (14). Para o sindicalista, os salários ainda não foram pagos porque o Poder Judiciário determinou o pagamento do piso do magistério a todos os níveis da carreira.“Ninguém recebeu o reajuste ainda e desde 2015 o governo não tem respeitado os percentuais de reajuste por nível. 

O governo atrasa o salário propositalmente para tentar dizer ao judiciário que não tem dinheiro para cumprir a decisão da Justiça”, diz o vice-presidente do Sintese.Os professores sergipanos programaram uma greve geral a partir da quarta-feira (15), em adesão à mobilização nacional contra a reforma da previdência. A pontualidade do pagamento e o reajuste do piso estão na pauta local.

F5 News