R$ 4,3 milhões é o menor preço para estudo de privatização da Deso

No pregão eletrônico para contratação de estudos para modelagem de participação privada na Companhia de Abastecimento de Sergipe (Deso), realizado na terça-feira (21), o Consórcio Sanear Brasil apresentou o menor preço, R$ 4.375.900,00. O estimado para a licitação foi de R$ 15.155.569,57.

O Consórcio, coordenado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), é liderado pelo Machado Meyer, Sendacz e Opice Advogados, incluindo as sociedades Pinheiro, Mourão, Raso e Araújo Filho – Advogados, L.C.A. Consultores S.S., Núcleo de Gestão de Infraestrutura Engenharia e Serviços LTDA. e Dórea Mattos Engenharia LTDA.

A data limite para divulgação da decisão da Autoridade Superior é 14 de abril e as empresas MPB Saneamento Limitada e Serenco Serviços de Engenharia manifestaram intenções de recurso. E na sexta-feira (31) é a data limite para apresentação das contrarrazões.

G1/SE