Estância: Polícia Civil já tem suspeito de matar homem carbonizado

Um homem foi encontrado carbonizado no Conjunto Albano Franco, em Estância, nessa última segunda-feira, 10. De acordo com o delegado Alan de Freitas, responsável pelas investigações, já há um suspeito pelo crime. A vítima é conhecida como “Reges”, porém o corpo permanece sem identificação nos registros do Instituto Médico Legal (IML).

Conforme os primeiros levantamentos da Polícia Civil, o homicídio foi motivado por uma dívida que a vítima teria com o suspeito. O delegado explica que os dois homens haviam brigado em via pública e, após a discussão, o criminoso teria invadido a residência da vítima e ateado fogo ao corpo. “Reges” morava sozinho. A denúncia sobre o homicídio foi feito por populares.

A identificação do suspeito está sendo mantida em sigilo. O inquérito deve ser concluído em até 30 dias. O Portal Infonet continuará acompanhando os desdobramentos do caso.

Factual1