Chuva: Instituto Nacional de Meteorologia coloca Sergipe em alerta Laranja

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu nesta terça-feira (23) alerta Laranja para todo estado de Sergipe, devido às chuvas intensas registradas nas últimas 24 horas. O aviso faz referência ao acumulado de chuva e sinaliza situação meteorológica perigosa, com possibilidade de alagamentos, deslizamentos de encostas e transbordamento de rios.

Cidades sergipanas lideraram a lista de maiores volumes de chuva em 24 horas no Brasil, acumulados no período entre 9 horas do dia 22 e 9 horas de 23 de maio, pela medição do Instituto.

Essa é a segunda vez em menos de uma semana que chove forte no estado. A média de chuva para maio é de 334 mm, a mais elevada do ano.Na capital, Aracaju, o INMET registrou 92,0 mm entre 9 horas do dia 22 e 9 horas de 23 de maio. Foi o maior volume de chuva que caiu sobre a cidade este ano, em um período de 24 horas. A chuva forte causou o transbordamento de alguns canais e deixou grandes alagamentos por várias regiões.

Devido ao volume de chuva, órgãos públicos e empresas tiveram a rotina alterada e muitos suspenderam o expediente nesta terça-feira, a exemplo do Ministério Público, Tribunal de Justiça, Exército, Universidades e escolas. Ao todo, 32 escolas municipais tiveram as aulas suspensas. Segundo a Secretaria da Assistência Social, 15 famílias foram desabrigadas. 


Mais chuva

Nuvens muito carregadas cresceram no litoral de Sergipe e avançaram pelo interior do estado provocando chuva forte e volumosa em várias áreas. Estas nuvens persistem no decorrer desta terça-feira e a chuva vai continuar por várias horas. Ainda há risco de chuva moderada a forte em Aracaju e em outros locais de Sergipe até a noite.Ações recomendadas para locais em alerta Laranja* Coloque em lugares altos seus móveis e utensílios (bem protegidos).

* Desligue aparelhos elétricos, quadro geral de energia. 
* Se observar rachaduras nas residências, procure abrigos municipais. 
* Se identificadas rachaduras no terreno, coloque lona plástica para evitar que a água infiltre nas rachaduras. 
* Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

*Com informações do INMET e Climatempo