PC prende integrantes de quadrilha de roubo de gado no interior sergipano

O Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) prendeu mais três integrantes de uma quadrilha composta por cinco homens responsável por roubo de gado no interior de Sergipe. Valtemir Brito, 53 anos; Cleber Roberto Rivaldo, 29 anos; e Willames dos Santos, 29 anos, foram detidos, na última sexta-feira (26), após invadir uma fazenda situada no povoado Pedras, município de Itabi, no médio sertão do Estado.“No dia 9 de março deste ano, a quadrilha subtraiu da propriedade oito bois, uma televisão de 32 polegadas, além de dois aparelhos celulares. As informações que temos são de que cinco indivíduos cometeram roubo de gado nas cidades de Capela e Itabi. 

O caseiro, Willames dos Santos, esteve envolvido na facilitação da entrada do grupo na fazenda”, destacou o delegado Dernival Eloi, diretor do Cope.Além de Valtemir, Cleber e Willames, policiais do Cope já haviam prendido no dia 5 de maio os acusados Diego Santos da Silva e Anderson Cavalcante dos Santos. 

A dupla foi detida na cidade de Rosário do Catete quando transportava um boi, no porta-malas de um automóvel Fiat Uno, que havia sido abatido instantes antes no município de Capela.Os cinco homens responderão pelos crimes de roubo (majorado) e associação criminosa. “O grupo agia com violência, utilizando armas de fogo. Estamos verificando se além destes dois crimes eles chegaram a cometer mais delitos em outras propriedades. 

Os indivíduos roubavam os animais para comercializar a carne em um frigorífico de pequeno porte que pertencia ao acusado Anderson Cavalcante”, completou o delegado Dernival Eloi.O inquérito sobre o caso está sendo conduzido pelo delegado Felipe Tocori, que atua na cidade de Graccho Cardoso.

Passagem pela Polícia

Dos quatro homens, um deles já havia sido preso pelo Cope. Valtemir Brito cumpriu pena por doze anos pelo crime de homicídio contra uma mulher na cidade de Salgado. A vítima foi morta e esquartejada pelo indivíduo, que também vinha aplicando golpes em Aracaju enganando vítimas com a informação falsa de que “conseguiria” Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) de maneira facilitada.

*Com SSP/SE