Vinte e sete municípios sergipanos continuam em situação de emergência por causa da seca

O município de Amparo do São Francisco, na região do Baixo São Francisco, em Sergipe, passou a integrar a lista dos municípios em situação de emergência. O reconhecimento do Governo Federal foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (15) e tem vigência por 180 dias. Já os municípios de Poço Verde, Moita Bonita e São Miguel do Aleixo saíram da lista, que em abril chegou a ter 32 municípios.Ao todo 27 municípios sergipanos estão em situação de emergência devido à estiagem prolongada. 

O município de Porto da Folha fez a solicitação, mas a situação está em análise.O reconhecimento federal é o primeiro passo para que as prefeituras solicitem o apoio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração, para ações de socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas danificadas pelos desastres naturais.

Auxílio emergencial - Para obter apoio material e financeiro da Defesa Civil Nacional, os municípios devem apresentar um relatório com o diagnóstico dos danos e o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID). Após análise técnica por equipes da Sedec, o ministério define o valor do recurso a ser disponibilizado.

Veja a lista dos municípios em situação de emergência no estado: Nossa Senhora de Lourdes, Poço Redondo, Gararu, Feira Nova, Cumbe, Canindé de São Francisco, Pedra Mole, Canhoba, Nossa Senhora das Dores, Monte Alegre de Sergipe, Aquidabã, Tobias Barreto, Japoatã, Tomar do Geru, Capela, Nossa Senhora da Glória, Riachão do Dantas, Carira, Itabi, Salgado, Graccho Cardoso, Nossa Senhora Aparecida, Ribeirópolis, Malhada dos Bois, Frei Paulo, Itabaianinha, Amparo do São Francisco.

F5 News