Bancários aderem à greve e bancos não abrirão dia 30

Os bancários sergipanos aderiram à greve geral nacional que acontece na próxima sexta-feira, dia 30. A paralisação faz parte da luta dos brasileiros contra a retirada de direitos nas Reformas Trabalhista e Previdenciária, e de apoio ao movimento Fora Temer e Diretas Já.

Segundo Ivânia Pereira, presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe, estão acontecendo diversas assembleias em todo país, convocadas pelas centrais sindicais para a legalização do dia de mobilização nacional, que envolve todas as categorias de trabalhadores.

"Nós temos a certeza que  a convocação dessa greve já teve sua primeira vitória que foi a derrota da Reforma Trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais do Senado. O trabalhador sergipano contou com o importante voto do senador Eduardo Amorim, e esperamos que os outros dois senadores, Antônio Carlos Valadares e Maria do Carmo Alves se inspirem nesse voto consciente", disse.

Por causa da greve geral e da adesão dos bancários à mobilização, o atendimento ao público nas agências bancárias de Sergipe será restrito no dia 30. Ou seja, transações bancárias somente pelo autoatendiomento dos caixas eletrônicos. 

Por Moema Lopes