Sergipe é o 9% Estado mais endividado do País

A forte recessão no País levou governos estaduais a lançar mão de uma série de malabarismos tributários, na tentativa de compensar a queda de arrecadação e conseguir recursos extraordinários.

Especialistas ouvidos pelo ‘Estado’ relataram ao menos dez práticas pouco tradicionais de aumento de receita adotadas nos últimos anos, que incluem apropriação de depósitos judiciais, antecipação de royalties de petróleo, retenção de créditos acumulados de ICMS e dedução de parcelas de consignado a servidores sem repasse aos bancos.

Medidas assim, embora não sejam necessariamente ilegais, foram algumas das formas encontradas, sobretudo pelos Estados com maiores déficits, para diminuir o rombo nas contas.

NE Noticias