Polícia Civil vai reconstituir acidente que matou Eliza Clívia nesta quarta

O fluxo de veículos será interrompido em algumas áreas da região central de Aracaju na manhã desta quarta-feira (05), quando a Polícia Civil irá realizar a reconstituição do acidente que matou a cantora Eliza Clívia, no dia 16 de junho. A interdição ocorrerá das 8h ao meio-dia e, segundo a Superintendência de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT), os trechos afetados são: cruzamento da rua Capela com rua Propriá; cruzamento da rua Santa Luzia com rua Itaporanga; e cruzamento da rua Lagarto com rua Maruim.

Agentes de trânsito estarão nesses pontos  para orientar os condutores. Durante toda a manhã, os ônibus que circulam por esses locais também serão desviados para as vias mais próximas.

Alteração no transporte coletivo

As linhas afetadas são: 031-Eduardo Gomes/Desembargador Maynard; 033-Terminal Rodoviário/Desembargador Maynard; 707-Castelo Branco/Centro; 715-Tijuquinha/Desembargador Maynard; 032-Tijuquinha/Osvaldo Aranha; 061-Marcos Freire/Centro; 062-Piabeta/Centro; 064-Albano Franco/Centro; 065-Marcos Freire II/Centro; 072-Barra dos Coqueiros/Centro; 074-Unit/Centro; 605-18 do Forte/Centro; 614-Sanatório/Centro; 615-Bugio/Centro; 701-Jardim Atlântico/Centro; 711- DIA/Nova Saneamento.

Relembre o caso

A cantora paraibana Eliza Clívia e o marido dela, o baterista Sérgio Ramos, morreram em um acidente de trânsito no Centro de Aracaju, no dia 16 de junho. O acidente aconteceu na esquina das ruas Arauá e Maruim, centro da capital sergipana. Além do casal, outras três pessoas da equipe estavam no veículo.

A delegada Daniela Lima, que atua na Delegacia Especial de Delitos de Trânsito e preside o inquérito do acidente, acompanhará o trabalho dos peritos. A perícia tem como objetivo verificar a velocidade em que estavam os veículos no momento da colisão.

A ação pode ser concluida antes do horário reservado para os trabalhos da equipe de perícia, a partir do que o trânsito voltará ao normal na localidade.

F5 News