Deotap conclui inquérito referente a desvio de verbas de subvenção envolvendo associação de Lagarto

O Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) concluiu o inquérito referente ao desvio de verbas de subvenção destinadas a uma associação de Lagarto e encaminhou ao Ministério Público Estadual (MPE).

O inquérito criminal apurou o uso de verbas de subvenção da Assembleia Legislativa de Sergipe, que deveriam ter sido utilizadas para realização de serviços no hospital, mas de acordo com o investigado pela Deotap os serviços não foram realizados.

Segundo o Ministério Público Estadual, a solicitação da instalação do inquérito criminal partiu do MPE. E após as investigações a polícia indiciou seis pessoas pelos crimes de peculato e de lavagem de dinheiro. Entre os envolvidos estão os ex-dirigente da associação.

Ainda de acordo com MPE, o relatório policial já foi encaminhado para a Vara Criminal de Lagarto, que vai determinar ou não a abertura de denúncia.

Procurada pela equipe do G1 a Deotap não quis se pronunciar sobre o assunto. A equipe do G1 não localizou os citados no inquérito policial.

Relembre o caso

Em dezembro de 2014, a PRE ajuizou 25 ações contra 23 deputados da legislatura vigente à época na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), por irregularidades no repasse e na aplicação de verbas de subvenção social.

G1/SE