Lula diz que Sergipe vive a pão e água porque Jackson não apoiou o golpe

O presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) chegou em Sergipe, por Estância, em ônibus da Caravana Pelo Nordeste. Desembarcou ao lado do governador Jackson Barreto (PMDB), do presidente regional do PT em Sergipe, Rogério Carvalho, do vice-presidente nacional do PT, Marcio Macedo e do deputado federal João Daniel. Foi recebido por uma multidão no centro da cidade, a maioria vestida de vermelho, com bonés do SMT e bandeiras da legenda.

Lula subiu ao palanque, montado no centro da cidade, ao lado de membros do Partido, do governador Jackson Barreto e do ex-deputado Rogério Carvalho. Puxou palavras de ordem, como “Lula Guerreiro do Povo Brasileiro”, todos de mãos dadas e punhos cerrados. Lá também estavam o vice-governador Belivaldo Chagas (PMDB), a vice-prefeita Eliane Aquino e vários outros integrantes do PT e de outros partidos.

Vaias a Jackson – Em Estância houve manifestações de um grupo petista contrário à presença do governador Jackson Barreto. O grupo chegou a vaiá-lo. Mas, segundo informou o presidente do PSDC, Cicinato Jr, as vaias partiram de um pequeno grupo, sem que provocassem qualquer problema em relaçao à concentração.

O governador Jackson Barreto disse que sempre foi amigo do ex-presidente Lula “e temos muitas histórias juntos desde o tempo que ele era líder do sindicato dos metalúrgicos”. Lula também falou sobre Jackson Barreto, e declarou que “Sergipe vive a pão e água porque Jackson teve a coragem de não apoiar o golpe.

Antes, o ex-presidente Lula fez questão de se referir ao governador Jackson Barreto para reconhecer que ele “foi um dos únicos governadores fiéis à compenheira Dilma. Tenho que aqui fazer um agradecimento ao companheiro Jackson Barreto, governador de Sergipe”.

A vice-prefeita Eliane Aquino, viúva de Marcelo Déda, cumpradre de Lula, subiu ao palanque ao lado do filho, João Marcelo, e das enteadas. Lula os cumprimentou de forma efusiva, referindo-se a Déda e à afilhada, assim como a Eliane que sempre esteve junto ao ex-presidente enquanto esteve com Marcelo.

Discurso – Em Sergipe, Lula fez um discurso direcionado ao povo e disse que resolveu “andar pelo Nordeste porque vocês estão vendo o que querem fazer comigo e o problema deles não é Lula, são vocês. Eles não nos perdoam porque as pessoas começaram a compra carro novo, celular, leptop, aquilo que todo ser humano tem direito de ser”.

Lula disse ainda que “eles acham – referindo aos adversários – que ainda temos que viver no tempo da ‘Casa Grande e Senzala’ [lembrou o escritor pernambucano Gilberto Freire]. Não! Queremos trabalhar e ter acesso à cultura”, acrescentando que “fora da política não há saída. Fora da política é o fascismo, o nazismo, o pior para a humanidade.

Após o discurso, em que repetiu praticamente tudo o que disse nas cidades da Bahia pelas quais passou, Lula recebeu o título de Cidadão Estanciano, concedido pela Câmara Municipal da cidade. A informação é de que ao final o ex-presidente viajou a Aracaju, onde jantou e dormiu no Hotel Real Classic, na orla de Atalaia. Nesta segunda-feira (21) segue para Lagarto, Itabaiana e Nossa Senhora da Glória. Na terça-feira (21) tem compromisso no Iate Club de Aracaju, às 9:30 horas e em seguida viaja a Alagoas, via Penedo.

Fax Aju