Eduardo Amorim diz que está destinado e motivado para disputar o governo

O senador Eduardo Amorim (PSDB) anunciou, na noite desta quarta-feira (27), que será candidato a governador do Estado nas eleições do próximo ano, e que “estou preparado, motivado e determinado a isso”. Disse que tem conhecimento de todos os problemas que afetam o Estado e já com estudos reais para soluções.

Eduardo acrescentou que não há ainda qualquer decisão tomada sobre a candidatura, porque será submetida ao bloco e discutida por todos para que se “bata o martelo”. Disse que tudo será definido nos primeiros meses do próximo ano, mas o seu nome está colocado para a disputa.

O senador informou ainda que o deputado federal Valadares Filho (PSB) já foi convidado para ser o candidato a vice-governador em sua chapa, mas ele ainda não se decidiu, porque também precisa submeter seu nome ao partido. Admitiu, entretanto, que “ele [Valadares Filho] ficou muito animado”.

Valadares Filho – segundo ainda Eduardo Amorim – é o nome que o grupo tem para disputar a Prefeitura em 2020, com chances reais de eleger-se. “Como vice-governador ele vai ocupar uma secretaria que atue em Aracaju e cidades próximas à Capital, o que vai fortalecê-lo para a disputa nas eleições municipais.

O bloco político que Eduardo Amorim integra e é um dos seus líderes, tem quatro nomes para fechar a chapa majoritária de 2018. Além dele e de Valadares Filho, os nomes do senador Valadares (PSB) e do líder do Governo no congresso, André Moura (PSC). Segundo revelou Amorim, “os dois últimos devem ser candidatos ao Senado Federal, fechando a chapa”.

Pelo que disse o senador Eduardo Amorim, pode-se concluir que a chapa da oposição para o próximo ano será formada por ele para governador, Valadares Filho para vice, André Moura e senador Valadares para o Senado.

Fax Aju