34 pessoas são conduzidas para a delegacia, durante suposta “Festa do Pó”, em Ribeira do Pombal

Por volta das 21:00hs, do ultimo domingo, 1º, policiais militares do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), receberam uma denúncia de que estava havendo uma festa do pó (nome dado a festa regada à cocaína), num bar localizado no bairro Pombalzinho, em Ribeira do Pombal. 

O fato foi informado ao comando da 21ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), sediada em Cipó-BA, que determinou que o caso fosse verificado. Além do PETO, uma guarnição do 2º Pelotão/ Ribeira do Pombal, bem como a equipe da Guarda Civil Municipal, se dirigiram para o local, onde constataram  a veracidade do fato. Assim que chegaram ao local, os militares perceberam que uma grande quantidade de pessoas pulou o muro, fugindo para um destino ignorado, deixando cair dois pinos contendo cocaína. 

Foram realizadas buscas, no interior do estabelecimento, onde foram encontrados: 01 revólver cal. 38, contendo 05 munições intactas; 01 facão; e 01 pedra pequena de mármore com vestígios de cocaína, aparentemente utilizada para o consumo da droga. Trinta e quatro pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram ouvidas e posteriormente liberadas, entre elas quatro menores de idade, cujos nomes e imagens não foram divulgados.  

Até o momento do fechamento desta matéria, não tinha sido revelado de quem seriam os objetos encontrados. Segundo os militares, o caso foi registrado como: Organização Criminosa e Associação para o Tráfico de Drogas. 

Lei Seca

Após prestar depoimento e ser liberado, Emerson Scott dos Santos Santana, um dos conduzidos com o grupo, deixou a Delegacia conduzindo um veículo GM Vectra de cor prata, placa policial NTE 5399, em alta velocidade, promovendo direção perigosa. Imediatamente os militares do PETO fizeram o devido acompanhamento, alcançando o mesmo na Av. Pedro Rodrigues da Conceição, antiga Hildete Lomanto. 

O rapaz foi conduzido para o posto da Polícia Rodoviária Federal, onde se recusou a ser submetido ao teste do bafômetro. Diante da recusa, o mesmo voltou a ser levado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde foi apresentado por dirigir sob a influência de álcool. 

Chá de Casa de Nova

De acordo com as pessoas encontradas no referido bar no Pombalzinho, a versão dos policiais a respeito da festa do pó não procede, já que naquele local estava acontecendo um chá de casa de nova. 

O site POMBAL ALERTA teve acesso a um dos convites, que apontava  Erlaine e Genivaldo como os organizadores, conforme imagem abaixo. 

Já a Polícia contesta tal versão, pois várias pessoas fugiram do local, onde foi encontrada uma arma de fogo, droga, e indícios de consumo da mesma. Outro ponto levantado pela polícia foi o fato de um dos responsáveis pela festa ser Genivaldo Santana Santos (Boca), preso em outras ocasiões pelo crime de tráfico de drogas. 

Cabe à polícia Civil investigar o caso, bem como a conduta de cada pessoa encontrada naquele local na noite do último domingo. 

Pombal Alerta