Acusado de matar enteado de 4 anos é condenado a 26 anos de prisão

Terminou por volta das 16 horas desta terça-feira (17),  o julgamento Genisson Feitosa Marques, acusado de matar o enteado de apenas 4 anos no município de Japoatã.

Genisson foi condenado a 26 anos de prisão por homicídio e ocultação de cadáver.

O crime foi descoberto no dia 03 de setembro de 2016, quando o corpo da criança foi encontrado enterrado próximo à escola Edmundo Soares, no povoado Poxim, também em Japoatã.

Genisson está preso no Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto (Compecan) desde o ano passado. Ele  pode recorrer da decisão.

Fax Aju