Em Sergipe, João Doria enfrenta protestos e reage: não tenho medo de petista, nem de vigarista

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), criticou "petistas" e "vigaristas" ao reagir a protestos realizados contra ele nesta quinta-feira (26), em Aracaju (SE), enquanto recebia o título de cidadão sergipano.

O tucano foi vaiado por um grupo de manifestantes na Assembleia Legislativa de Sergipe. Eles gritaram palavras contrárias a iniciativas de Doria na capital paulista, como o projeto de oferecer alimento granulado, que foi chamado de "ração humana".

"Não tenho medo nem de esquerdista nem de petista nem de vigarista. Vão ouvir sim a minha voz, que não tem medo de cara feia, não tem medo de xingamentos. Vou lutar pelo Brasil", afirmou.

Os manifestantes criticaram a adoção da farinata anunciada pelo tucano. "Fora, Doria, fora de Sergipe com sua ração" foi um dos gritos.

Após a homenagem, o prefeito paulistano ainda seria recebido na casa do ex-governador e ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria, o empresário Albano Franco, para um jantar com empresários locais.

Nesta sexta-feira (27), ainda em Aracaju, Doria participa de simpósio sobre políticas públicas para dependentes químicos. O prefeito, na sequência, viaja para Maceió. 

Bocão News