Fábio Reis se recupera bem e deve ter alta sábado, entenda o procedimento

O deputado federal Fábio Reis (PMDB), foi submetido a procedimento cirúrgico na manhã desta quinta-feira, 19, no Hospital do Coração de Brasília. Em Nota enviada à imprensa e distribuída pelas redes sociais, o irmão e ex-deputado federal, Sérgio Reis, informou sem muitos detalhes, e  minutos antes do procedimento, que o objetivo seria ” corrigir problema detectado”.

No final desta entrevista você pode assistir a vídeo que explicam o procedimento.

O aviso inesperado, criou um clima de apreensão e expectativa  em toda imprensa. O Jornal da Fan, com George Magalhães ouviu o pai de Fábio, o ex-prefeito de Lagarto, Jerônimo Reis. Sem saber de muito detalhes, como por exemplo o nome do hospital em que o filho estava, ele admitiu que foi pego de surpresa com a notícia. “Ele estava se preparando para fazer essa cirurgia até o final do ano, mas fui pego de surpresa, quando ele foi levado já pra fazer esse procedimento hoje”, afirmou.

A mãe de Fábio Reis, a senhora Meire Reis, viajou segundo informações às pressas para Brasília para acompanhar a  cirurgia. Em diálogo com Sérgio Reis, a nossa equipe tentou entender melhor o problema de saúde do deputado. Segundo Sérgio, o procedimento foi realizado para corrigir uma Comunicação Interatrial (CIA), que ocorre quando existe um orifício ou “buraquinho” entre as duas câmeras do coração chamadas de átrios. Esta malformação acaba trazendo consequências na oxigenação do sangue, no caso de Fábio incorreu em aumento de quase 10cm do coração.

Procedimento foi um sucesso

Segundo Sérgio Reis, o procedimento do um sucesso, ocorreu sem nenhuma intercorrência e o deputado Fábio Reis deverá ter alta no sábado.

Procedimento Simples

Segundo o cardiopediatra e ex-secretário da Saúde de Aracaju, André Sotero, a comunicação interatrial é a cardiopatia de nascença mais comum entre os adultos. “O coração suporta relativamente bem, pelas poucas informações que tenho imagino que deva ter sido um procedimento na sala de cateterismo, não é a cirurgia tradicional, que abre o peito, é um procedimento hemodinâmico, tipo um cateterismo, que é fechado com uma prótese”, explicou.

Dados

Segundo Dr. André Sotero, no planeta de cada 100 crianças, 1 nasce com problemas cardíacos, 50% das crianças que falecem antes do nascimento tem problemas cardíacos,  50% das crianças que nascem com doença genética também tem problemas do coração. “Tem doenças que não são graves e você descobre só quando está adulto”, afirmou.

Nota Oficial do Hospital

O Hospital do Coração de Brasília ainda não emitiu nota oficial.

Fan F1