Jovem de 23 anos morre após tomar anticoncepcional por indicação médica

Uma jovem de 23 anos morre decorrente de embolia pulmonar após ter sofrido os efeitos colaterais do uso do seu anticoncepcional. O caso aconteceu nos Estados Unidos, a jovem Charlotte Foster usava a pílula Dianette (também conhecida no Brasil como Diane-35) tanto para contracepção, como para o tratamento da acne. Três semanas antes de sua morte, ela teria visitado seu médico, Sunil Idicula Simon, para se queixar de fortes dores nas pernas, nas costelas e dificuldades para respirar.

 De acordo com  The Telegraph, o médico que receitou  teria recomendado que ela fosse a um spa em busca de descanso – e descartou a possibilidade de trombose venosa, isto é, a formação de coágulos em suas veias.

Charlotte Foster, que acabara de se formar na faculdade, usava a pílula Dianette (também conhecida no Brasil como Diane-35) tanto para contracepção, como para o tratamento da acne. Três semanas antes de sua morte, ela teria visitado seu médico, Sunil Idicula Simon, para se queixar de fortes dores nas pernas, nas costelas e dificuldades para respirar.

No entanto, como reportou o The Telegraph, o profissional teria recomendado que ela fosse a um spa em busca de descanso – e descartou a possibilidade de trombose venosa, isto é, a formação de coágulos em suas veias. Hoje, o médico responde a um severo procedimento disciplinar no país.

Charlotte tomava a pílula havia cinco meses e teve uma parada cardíaca em seu trabalho. O inquérito ainda teria revelado que a jovem passou por exames que atestaram sua vulnerabilidade ao remédio, que apresentaria o dobro de risco de coagulação em relação a seus pares.

De acordo com o The Guardian, o Dianette é indicado para o tratamento da acne severa, mas que, apesar de ser efetivo também como método contraceptivo, não deve ser receitado apenas para esse último propósito. Além disso, deve ser administrado por períodos curtos e para pacientes que estejam fora da zona de risco, dado o seu maior risco de formação de coágulos.