Laércio levou o troco do governo e da oposição

O deputado federal Laércio Oliveira (SD) está muitíssimo bem posicionado no meio empresarial, não somente em Sergipe, mas também no cenário nacional.

Alcançou muito mais prestígio do que tinha em 2014, quando disputou a reeleição.

A relatoria da Reforma Trabalhista, se atraiu para o parlamentar a inimizade de corporações e outros setores, lhe deu enorme prestígio no meio empresarial.

O mesmo não acontece no relacionamento com setores influentes da classe política sergipana, no governo e na oposição.

Entre os governistas, a reação mais recente, e dura, foi tirar do deputado a coordenação da bancada em Brasília. A alegação é que ele não partiu para o enfrentamento com o senador Antonio Carlos Valadares (PSB), que havia perdido a coordenação, mas mantinha o segredo da senha.

Na oposição, a vingança por tê-lo perdido para o governo.

Sem governo e sem oposição, Laércio perdeu a bancada para Jony, que já havia partido para o enfrentamento com Valadares, publicamente, quando o assunto era a coordenação da bancada.

O mesmo Jony, que embora mais novo, aprendeu o caminho de se dar muito bem também com a oposição.

NE Noticias