Madrasta de Isabella Nardoni vai passar o dia da Criança em casa

Sob esquema especial de segurança, Anna Carolina Jatobá, 33, condenada pela morte da enteada Isabella Nardoni, 5, em 29 de março de 2008 em São Paulo, deixará prisão pela primeira vez nesta quarta-feira (11).

Ela recebeu da Justiça autorização para passar o dia das Criança com a família, em especial com os dois filhos (com dez e 12 anos de idade), benefício já esperado desde julho deste ano quando Anna conseguiu progressão ao regime semiaberto.

Os detalhes da saída e retorno estão sendo mantidos em segredo pela Secretaria da Administração Penitenciária, já que a Justiça determinou o sigilo sobre informações referentes a detenta. É possível, assim, que ela possa já estar fora da prisão.

Os advogados de Anna fizeram tal pedido em razão do clima de ódio que envolveu esse caso desde o começo e, por isso, procuram evitar qualquer possibilidade de risco a ela.

Anna está em uma prisão de Tremembé, interior de São Paulo, desde 9 de maio de 2008.

Ela foi condenada em março de 2010 26 anos e oito meses de prisão.

O marido dela, Alexandre Nardoni, pai de Isabella, foi condenado a 30 anos e dois meses de prisão. A pena dela é maior em razão dos laços de parentescos com a vítima. A previsão de que no começo do próximo ano, ele também possa requere progressão de pena.