Quem diz que só discute eleições em 2018, já começou a campanha para governador

Para a próxima campanha eleitoral, uma candidatura, chamada cuidadosamente de pré, já está posta, a de Belivaldo Chagas (PMDB) ao governo do Estado.

No mesmo grupo (?), sem botar a cabeça de fora, o presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, tem o mesmo projeto.

Marcando posição, para deixar claro que, embora estejam no mesmo partido, não apoiam o governo Jackson Barreto (PMDB), petistas da Articulação de Esquerda aprovaram neste sábado, 21, resolução pela luta por uma chapa própria, com candidatos ao governo e ao Senado.

Na oposição, o senador Eduardo Amorim (PSDB) tentou antecipar o processo dizendo publicamente que gostaria de ter o deputado federal Valadares Filho (PSB) como seu companheiro de chapa numa disputa pelo governo. Foi atropelado pela reação rápida do senador Antonio Carlos Valadares (PSB), que disse que ele e o filho não foram consultados e que tem ¨horror a vice¨.

O líder do governo Temer no Congresso Nacional, deputado federal André Moura (PSC,) desponta como a salvação do Estado e dos Municípios, liberando recursos federais, tendo prestígio jamais usufruído por político sergipano na União.

André já atropelou Valadares, quando o senador dizia que o nome da oposição para disputar o governo devia ser definido este ano. Isso, foi lá atrás.

Hoje, Valadares e André defendem publicamente que as discussões fiquem para 2018.

Eduardo Amorim, depois do cala boca de Valadares, ficou mais cauteloso em suas declarações e queimado ao votar pela permanência de Aécio Neves (PSDB-MG) no Senado.

Mas não é só Belivaldo que já está em ritmo de campanha, ou melhor, de pré-campanha.

Na oposição, quem diz que só discute eleições em 2018, também já ganhou as ruas, inclusive dizendo publicamente quais serão suas linhas mestras de campanha para o eleitorado.

NE Noticias