Se Belivaldo não sinalizar para vitória, JB pode não ser candidato a senador

Belivaldo Chagas (PMDB) tem tempo certo para mostrar viabilidade eleitoral e, só assim, ter seu nome confirmado como candidato a governador.

Em novembro, haverá atos públicos, mas não tão públicos assim, de pelo menos três partidos para tentar mobilizar seus filiados com o objetivo de colocar o nome de Belivaldo nas ruas.

Dia 11, o PT, sem a Aliança de Esquerda, se reunirá com o pré-candidato.

Dia 18, será a vez do PMDB promover ato no Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe.

Dia 25, os Mitidieri reunirão o PSD e aliados numa fazenda de Luis, deputado estadual.

Enquanto isso, corre o tempo pedido pelo governador Jackson Barreto (PMDB) aos aliados para dizer se será candidato ao Senado. O prazo , que pode ser prorrogado, tem encerramento previsto para o final do ano.

Aí mora o primeiro teste de Belivaldo.

Até lá, o "Galeguinho" terá que mostrar nas pesquisas os primeiros sinais de que pode virar o jogo.

Esse primeiro teste pode não dar a Belivaldo uma segunda oportunidade.

Ou seja, Jackson quer sabeer primeiro da performance de seu pré-candidato a governador para depois decidir pra valer se disputará o Senado.

NE Noticias