Acassio diz que título será decidido nos detalhes e pede apoio da torcida

Os primeiros noventa minutos já foram. No último final de semana, em Itabaianinha, o Socorrense não conseguiu sair do 0 a 0 com o Olímpico. Apesar disso, o meia-atacante Acassio Cruz ressaltou que o elenco conseguiu manter a postura orientada pelo técnico Edilson Santos.

- Sabíamos que iríamos enfrentar uma equipe forte jogando em seus domínios e não poderíamos nos expor facilmente. Mantivemos nossa postura de jogar compactado e de atacar em bloco. O ponto negativo é que poderíamos ter ficado mais coma bola - comentou Acassio Cruz.

O meia-atacante já atuou por quatro anos na França e tem também experiência no futebol sergipano. Em 2005, conquistou um acesso com o Pirambu. Este ano conseguiu outro com o Siri e ainda jogou a primeira divisão do estadual pelo Frei Paulistano. No próximo domingo o Socorrense volta a enfrentar o Olímpico, desta vez em casa e, por isso, Acassio destaca a importância do apoio da torcida.

- Será muito importante ter o apoio da nossa torcida jogando no Lelezão, pois sabemos que será um jogo muito difícil, porque iremos jogar contra uma equipe qualificada e toda torcida nesse jogo ao nosso favor será de muita importância - ressaltou Acassio Cruz.

Socorrense e Olímpico de Itabaianinha se enfrentam no estádio Wellington Elias, às 15 horas. Um novo empate leva a decisão do título aos pênaltis. A única vantagem do Siri é jogar esta partida de volta em casa.

Globo Esporte / SE