Pra ser campeão da A-2, Givanildo alerta que Olímpico não pode ser "caseiro"

Em casa, com apoio da torcida de Itabaianinha, o Olímpico não conseguiu marcar um gol no primeiro jogo da final do Campeonato Sergipano da Série A-2. Agora, vai ter que conquistar um resultado positivo fora de casa para levantar a taça ou ao menos empatar no tempo normal e vencer nos pênaltis a equipe de Nossa Senhora do Socorro. O técnico Givanildo Sales avaliou a atuação da equipe no jogo de ida.

- Propusemos o jogo todo o tempo, estivemos sempre buscando o gol. A equipe da Socorrense é uma equipe que no bloco defensivo se recompõe muito rápido, se defende muito bem. O ponto positivo da minha equipe foi que eles fizeram o que foi orientado por mim o tempo inteiro. 

O ponto negativo foi justamente não ter feito o gol, mas estamos trabalhando forte durante a semana para buscar esse título lá em Socorro - analisou Givanildo Sales.

Então, o que precisa mudar para a partida de volta no estádio Wellington Elias no próximo domingo? Segundo o treinador do Dragão da Zona Sul, serão feitos pequenos ajustes para buscar o título fora de casa.

- Não precisa mudar muita coisa para o jogo de volta. A equipe se portou bem jogando em casa e vem se portando bem nos jogos fora de casa também. É como eu sempre digo para eles: um time que quer buscar um acesso, como fizemos, e quer também o título, não pode ser só "caseiro". Tem que fazer o dever em casa e fora também. Então não temos muito o que mudar para o duelo em Socorro, só precisamos, além de propor o jogo, marcar para sair com resultado positivo e sair de lá campeão - explicou o técnico do Olímpico.

Sobre a postura do time azulino de Itabaianinha, Givanildo Sales acredita que é necessário estar atento 100% para não vacilar e sair de Nossa Senhora do Socorro com a vitória. Após o acesso, o técnico espera um título para fechar a competição com chave de ouro. 

O último troféu que ele levantou no estado foi em 2013, quando foi campeão da primeira divisão do estadual pelo Sergipe.

- A postura deve ser a mesma de sempre. Sempre buscando o resultado positivo, mesmo jogando na casa do adversário. Vamos focados, ligados, atentos, como sempre fizemos nos jogos fora de casa e ir em busca do resultado. Espero que, ao final de tudo, respeitando a equipe da Socorrense, nós possamos sair com o resultado positivo e o título para coroar esse trabalho que iniciou em 28 de agosto - afirmou Givanildo Sales.

Globo Esporte / SE